Twitter

Postagem em destaque

Como denunciar os crimes de discriminação

As discriminações contra os nordestinos durante as eleições presidenciais são considerados crime nos artigos 286 e 287 do Código Penal. ...

Crianças Fora da escola

11/04/2009


Passados dois meses do início do ano letivo, mais de mil crianças estão sem vagas no ensino fundamental em São Paulo, aponta reportagem da Folha de domingo (12) com base em levantamento dos conselhos tutelares da cidade. A edição do jornal deste domingo já está nas bancas.
A responsabilidade de oferta na cidade é dividida pelas redes do prefeito Gilberto Kassab (DEM) e do governador José Serra (PSDB). O ensino fundamental é a única etapa obrigatório do ensino no país, segundo a Constituição. O descumprimento da obrigação pode levar ao afastamento dos gestores públicos (governador, prefeito e secretários da Educação).
Devido às reclamações sobre falta de vagas, os conselhos tutelares fizeram uma lista única com os nomes das famílias que foram ao órgão. A relação, com 1.027 nomes, de nove regiões, será enviada ao Ministério Público. Os governos municipal e estadual negam que haja falta de vagas. A prefeitura admite, no entanto, que o processo pode estar mais lento.

0 comentários: